Vem Cá Que Eu Te Conto - Viagens, Roteiros e Transformação

Roteiro Vietnã de 5 dias

Roteiro Vietnã de 5 dias

Vai mochilar pela Ásia e está em dúvida se inclui o Vietnã? Vem cá que eu te conto porque você não pode deixar de visitar esse país.

Vietnã

Qual é a primeira coisa que vem a sua cabeça quando ouvi o nome desse país? Guerra e destruição? Pois é, na minha também vinha até eu começar minhas pesquisas e me surpreender com a beleza desse cantinho do mundo.

Vietnã

Essa foto acima foi um dos golpes que cai lá. Vou explicar! É muito comum ver mulheres passando e vendendo frutas exatamente assim como eu estou. O chapéu vietnamita é usado normalmente mesmo por alguns. Quando estava em frente ao hostel, eis que me surge uma mulher coloca isso nas minhas costas e me empresta seu chapéu e diz pra eu tirar fotos. Como uma pessoa apaixonada por fotos óbvio que tirei. Na verdade eu já estava esperando uma oprtunidade até de pedir emprestado! Bem,minha surpresa foi no final. Depois da foto ela pede pra você comprar a fruta. Como você usou as coisas dela para tirar a foto é claro que compra né?! Ainda bem que ela vendia frutas que eu gosto! 

Mas ainda assim, não fiquei chateada. É a maneira que ela encontrou de vender sua mercadoria aos turistas.

Onde fica o Vietnã?

O Vietnã é um país localizado no Sudeste asiático que faz fronteira com China, Laos e Camboja.

Vietnã

Quando ir?

A melhor época para visitar o Vietnã é entre novembro e abril. 

O ano novo vietnamita, uma das mais populares festas do país ocorre em finais de janeiro, início de fevereiro.

Moeda

A moeda oficial do Vietnã é o Vietnam Dong ou conhecido simplesmente por Dong (VND). Eles aceitam dólar e Vietnam Dongs nas transações.

O Dong vale bem menos que o real. Cada R$1,00 equivale a aproximadamente 6.050,00 Dongs. O fato de se viajar para um país em que a moeda é desvalorizada em relação ao real torna a viagem mais econômica.

Conexão internet

No próprio aeroporto você pode comprar um Chip com um pacote de dados maravilhoso e barato. No momento em que você insere o chip ele já está habilitado.  O único país que visitei e que a internet do chip não entrava na hora foi a Índia. Lá a gente espera 4 horas aproximadamente para o chip habilitar.

Os pacotes de internet desses chips da Ásia são maravilhosos e muitas vezes funcionam melhor que dos restaurantes e hotéis.

O que precisa para entrar no Vietnã?

  • Passaporte original (validade de no mínimo 6 meses)
  • Prepare 2 fotos tamanho passaporte 4x6cm e uma quantia de  (US$ 25 para entrada única ou US$ 50 para visto de entrada múltipla)
  • Nenhuma vacina é necessária
  • Brasileiros precisam de visto. 

Como tirar o visto para o Vietnã?

Vietnã

Existem 3 maneiras:

1- No aeroporto, no momento de chegada ao país, porém, você precisa fazer uma pré- solicitação online. Com essa autorização prévia você pode retirar o seu visto diretamente no aeroporto. Bem, não foi bem assim que aconteceu comigo. No momento de fazer o meu check-in foi solicitado o visto e eu apresentrei esse documento. Acontece que a funcionária explicou que não servia. Pois é! Estava no meio de um mochilão pelo Sudeste Asiático e tentei adiantar tudo que podia ainda no Brasil. Eu sou daquelas que gostam de planejar e ter o controle de tudo! rs... Resumo da história, perdi o vôo, tive que procurar a embaixada do Vietnã lá no Camboja e fazer uma solicitação de um visto de urgência. Ficou pronto em algumas horas. Sorte que era dia e horário de atendimento comercial e que o vôo que perdi era bem cedo pela manhã. Então deu tempo de tudo! Deu tempo até de comprar um outro vôo numa agência para a manhã seguinte. 

O visto online também não serve pra quem vai atravessar as fronteiras via terrestre. 

2. Tirar o visto em outros países- Foi o que acabou acontecendo comigo. No Laos, no hostel que fiquei hospedada, eles tinham esse serviço de adiantar o visto do Vietnã lá mesmo.

3. Solicitar o visto diretamente para a Embaixada do Vietnã em Brasília.  Se você não morar em Brasilília basta enviar por sedex.

Religião

85% dos vietnamitas se identificam com o budismo, porém foi o país que menos senti influências religiosas. Me lembrou os católicos não praticantes do Brasil.  

O que vestir?

Como falei acima, as regras budistas não prevalecem muito nos pontos turísticos como nos demais países do sudeste asiático, então, usei roupas normais, como uso no Brasil, sem problemas.

Vietnã

Onde se hospedar?

Em Hanói eu fiquei no Bubba Bed Hostel e paguei R$18,00 a diária. O hostel muito fofo, limpíssimo e com muito comércio perto. Super indico. 

Em Ho Chi Minh City fiz couchsurfing na casa de uma família linda. 

Vietnã

Eu acho o máximo como as pessoas lá parecem mais jovens do que realmente são e como eu parecia gigante perto deles com meus 1,66 de altura! 

Como se locomover?

Lá funciona Uber e outros aplicativos concorrentes do Uber também. Porém, o transporte público funciona bem e é super barato! Usei bastante.

Vietnã

A felicidade da pessoa pagando R$1,33 de passagem de ônibus para chegar até Cu Chi Túnel.

Vietnã

É muito comum você ver pessoas usando máscaras (como aquelas de hospitais) por lá. Mas isso não significa que eles estejam doentes. Minha amiga usava e colocava na filha quando iam andar de moto apenas. Acho que é um costume de alguns para tentar proteger o sistema respiratório.

Ah... eles também fazem refeições nos ônibus. É normal! Essa garotinha e sua avó estavam almoçando no ônibus.

Vietnã

Vietnã

Ah... o ônibus lá também não para completamente para você subir ou descer não! Quando chega no ponto ele reduz a velocidade e fica bem lentinho mas não para igual ao Brasil. Achei isso engraçado!

Outra diferença para os ônibus brasileiros é que existe um cobrador na sentado que recolhe o dinheiro e onde fica o sinal que a gente aperta para descer. Eu fiquei um tempão procurando até observar outro passageiro usando! 

Vietnã

Lingua Oficial

Vietnamita, mas praticamente todos falam inglês. Exceto os mais velhos.

A título de curiosidade deixo aqui 2 palavras que você pode aprender a falar no idioma local.

xin chao - olá

cám on- obrigada

Vietnã

É muito comum ver os homens fardados na rua. Eu achava uma gracinha e me fez lembrar os "soldadinhos de chumbo" de o quebra nozes.

Quanto custa uma refeição?

Bem, como fiquei no Cruzeiro e estava incluso as refeições não tenho muita noção do valor das refeições, mas me recordo de ter perguntado o valor daquelas refeições de barraquinhas nas ruas e era uma média de R$6,00 a R$9,00 (baixo custo)

O café da manhã vietnamita custa em torno de R$4,50 (baixo custo) e é bem diferente do nosso. É na verdade uma espécie de canja numa tijela com miojo dentro. hahahah... óbvio que não é isso, mas estou tentando lembrar algo para associar! Não tem pão, ovos nem frutas! O frango fica pendurado exposto e jogam numa panela para pegar fervura! Depois colocam as partes do frango na tijela. é comum colocarem os pés na tijela! Pode parecer estranho, mas eu gostei e esse café me sustentou até a tarde! Não saiam do Vietnã sem experimentar!

Vietnã

O que fazer no Vietnã?

Meu roteiro ficou restrito a 2 cidades: Hanói e Saigon ( Ho Chi Minh City), mas existem lugares incríveis entre elas que valem a pena incluir no roteiro.

1. Hanói ( A Capital do Vietnã)

Vietnã

Hanói fica na região Norte do Vietnã, É uma cidade muito agitada e parece que nunca dorme. O comércio ficava aberto até tarde e as ruas entupidas de barracas.

Hanói acaba sendo a cidade base para fazer o passeio para Halong Bay. Nas ruas existem inúmeras agências de turismo que vendem passeios para vários locais do Vietnã. Na própria hospedagem também vendem.

Cheguei na hostel a noite e lá mesmo já consegui comprar o passeio para o dia seguinte saindo pela manhã para fazer o famoso cruzeuro pela Baía de Halong Bay.

Halong Bay é um destino de satisfação garantida no Vietnã e não pode ficar de fora do roteiro de quem etiver mochilando pelo sudeste asiático. Declarada Patrimônio Mundial da UNESCO, Halong Bay está na lista das 7 Maravilhas da Natureza. 

Halong Bay tem cerca de 1.969 ilhotas de calcário inabitadas que se elevam nas águas formando um cenário de tirar o fôlego. O complexo de Halong Bay também tem cavernas e fazendas de pérolas. 

Fazenda de Pérolas (Halong Pearl Farm)

Foi muito interessante ter uma demonstração de como as pérolas estão sendo cultivadas nas ostras. Em Halong Pearl Farm, recebemos uma explicação instrutiva de como obter pérolas genuínas e bonitas. Seguimos todo o processo desde o início até as lindas e preciosas peças de joalheria. É como uma mina de ouro para o Vietnã, mas cuidado. Ouvi relatos de que as jóias vendidas nesse lugar não são de boa qualidade. Eu não comprei pois achei cara e fiquei com dó das ostras, depois deles explicarem como fazem todo o processo. O tempo reservado para os turistas comprarem as jóias no espaço para vendas eu fiquei na parte de trás andando de caiaque.

Vietnã

Existem 3 opções de cruzeiro:

1. Duração de 1 dia- Você navega pela belíssima Baía de Ha Long, um Patrimônio Mundial da Unesco, onde são oferecidas atividades incríveis, como visita à caverna Heavenly Palace e passeio de caiaque ou barco de bambu . Custo aproximado R$175,00

Vietnã

2. Opção de 2 dias e uma noite- Esse foi o que eu fiz! O ônibus passa no seu hostel às 8 da manhã e em aproximadamente 3 horas chegamos no pier para embarcar no cruzeiro. Verifique se as companhias de barcos incluem a entrada na Sung Sot Cave (cavernas de Halong Bay), pois é um lugar muito interessante a conhecer. Custou aproximadamente R$261,00

O pacote inclui o passeio de kayak, aula de culinária vietnamita, a entrada na caverna, a visita a uma fazenda de pérolas, toda alimentação ( a alimentação é bastante regrada, cada um tinha direito a 1 banana apenas no café da manhã e as bebidas são pagas a parte), transfer de ida e volta do seu hostel e uma noite no barco em Halong Bay. 

Vietnã

Tire da sua cabeça a imagem daqueles cruzeiros luxuoso. O navio é direitinho, mas, simples. Eu não me importei, pois a parte mais bonita e interessante é a paisagem daquele lugar. É surreal a paz que trás a alma navegar pela mansidão daquelas águas.

Vietnã

Vietnã

3. Opção de 3 dias e 2 noites- A cada dia a mais do seu pacote, mais a embarcação se distancia do ponto de partida.E quanto mais noites você fica, mais o preço sobe.

Vietnã

Eu gostei muito da experiência de 1 noite, acho que 2 noites ficaria entediante pois no meu barco tinham só familias e casais. Falaram que rolaria uma festa a noite, (imaginei uma festa estilo Brasil), colocaram umas musiquinhas de natal (fui nesse período), e jantamos todos juntos e isso foi a festa! hahahah...

Só podíamos comer quando todos estivessem sentados nas suas mesas. Parecia um mini quartel.  A comida era um cardápio único para todos os participantes da mesa. Você não podia escolher. Achei isso ruim. Imagina eu tendo que dividir a porção de batata frita com 2 crianças na minha mesa? Achei a comida muito regulada. Não passei fome, mas não espere realmente algo estilo cruzeiro MSC! hahahahah...

Se a expeiência valeu? Muito! Acordar com a vista da janela pro mar e ficar sozinha naquele silêncio admirando aquelas pedras gigantes imensas no meio daquele mar foi o melhor momento da minha viagem dentro do Vietnã. Consegui me conectar com meu eu interior e receber inspirações para alguns passos da minha vida que estavam por vir.

Vietnã

Mas não é só de Halong Bai que vive Hanói. Você também consegue fazer excelentes passeios pelo centro. 

Vietnã

Saia da sua hospedagem e caminhe pelas ruas apreciando as construções e as paisagens do lugar.

Vietnã

Vietnã

Vietnã

Vietnã

Meu deslocamento de Hanói para Ho Chi Minh City foi de avião.

2. Ho Chi Minh City ( antiga Saigon)

Ho Chi Minh fica localizada no sul do país e lá você terá a oportunidade de ver de perto toda a história da guerra do Vietnã e dos "vietcongs" indo até o complexo de Cu Chi Túnel.

 

Cu Chi Túnel

Vietnã

Vietnã

Entrada: R$3,27 (sim! o preço está correto!) 

Dentro co complexo de Cu Chi Túnel foi a base do comitê do partido e sede da zona militar de Saigon. Esta zona foi classificada como relíquias nacionais em 29 de abril de 1979.

Essa é a única arquitetura estrutural com um sistema de túneis profundamente submersos com vários andares, becos e ramos como teia de aranha com mais de 250 km de comprimento, com lugares para jantar, viver, se conhecer e lutar.

Vietnã

Este sistema de túneis incorpora a força, inteligência e orgulho do povo Cu Chi, um símbolo de heroísmo revolucionário do povo vietnamita.

Algumas áreas simulam o espaço de liberdade que eles reservavam no complexo. Esse período histórico compreende entre 1960-1975, quando os soldados vietnamitas resistiam os soldados americanos para salvação nacional.

Vietnã

Todos os anos mais de 1 milhão de turistas visitam o local em busca da rica experiência histórica que o local agrega aos seus visitantes.Existem várias representações de situações cotidianas no período da guerra para eles.

Vietnã

Entrar e caminhar nos túneis realmente é uma experiência singular. É realmente muito, muito, muito baixo e estreito e até eu que não tenho fobia fiquei tensa em um dos caminhos pois achei distante até chegar num lugar aberto. Os vietnamitas são geralmente de estrutura baixa e franzinos então se locomovem ali muito facilmente. Entrar no túnel é contra indicado para pessoas com claustrofobia, alguns problemas respiratórios ou cardíacos e fobia de luagres escuros. Vietnã

A entrada pelos "buracos secretos" são engraçadas pois a primeira impressão ao olhar a largura dele é de que você vai passar vergonha e ficar entalada ali! Todos do grupo conseguiram passar! Parece uma mágica passar por ali! Lembro que fiz uns movimentos para passar o quadril e depois o ombro e pronto: Lá estava eu!

Imagem em Vietnã Imagem em Vietnã

Imagem em Vietnã Imagem em Vietnã

Templo Ben Duoc do memorial de Mártir

Uma estrutura histórica e cultural da cidade de Ho Chi Minh. O templo consiste de um portão tríplice, um túmulo honorário, uma torre de 9 andares e 39 m de altura e o templo principal.

Vietnã

Dentro do templo principal há um túmulo honorário de pedra com os nomes gravados de quase 50 mil  filhos da pátria vietnan que lutaram se sacrificaram por Saigon. O templo memorial foi restaurado e atualizado duas vezes com muitos mais nomes de mártires gravado na pedra.

Vietnã

Tem um lindo jardim ao seu redor trazendo uma certa leveza ao local.

Vietnã

 

Vai por mim

Dica pra quem quer economizar com transporte chegando ou saindo do aeroporto de Hanói é pegar o ônibus número 86. Ele faz o trajeto aeroporto- Old Quater e vice-versa em aproximadamente 1 hora.

Vietnã

Outra dica é participar de suas festividades caso a sua estadia por lá coincida com as principais datas. Na primeira semana de janeiro, por exemplo, acontece a tradicional Festa do Tet, e a população faz questão de colorir suas ruas e avenidas com a cor vermelha, que é símbolo da alegria e da felicidade. Eu fui final de dezembro mas infelizmente não consegui estender até janeiro.

Bem, essa dica é para os fortes. Tente experimentar a culinária pra lá de diferente. Já ouviu falar no Balut?

Balut é um prato típico das Filipinas, mas também é degustado em países como Camboja, Laos e Vietnã. Geralmente você o encontra sendo vendido em barraquinhas pelas ruas e trata-se de um embrião de pato (às vezes de galinha) o qual é cozido vivo e comido como se fosse um ovo cozido, tirando a casca.
Segundo os especialistas, o melhor jeito de comer é abrir o ovo, tomar o líquido que envolve o embrião e comer o resto. Geralmente, o tempero usado para este prato é sal, pimenta, alho, vinagre e suco de limão. Algumas vezes, também, pode-se acrescentar folhas de hortelã.

Vietnã

Eu achei no Camboja! Passei pela barraca de rua e falei com o senhor que voltaria para comprar, mas nas minhas andanças infelizmente voltei por outro caminho e não passei lá novamente. Não achei mais em nenhum outro país, mas se achar em vou comer! Está na minha lista!

Bem, se você está pelo sudeste asiático inclua o Vietnã que não irá se arrepender. Um país barato, rico em história e belezas naturais.

Vietnã

Vietnã

 

E aí? o que achou do post? Bem, espero que tenham gostado e que tenham incluído esse roteiro na lista dos desejos! 

Deixe seu comentário! Isso me ajuda a melhorar cada vez mais!

Não se esqueça de se inscrever para receber atualizações, ter acesso aos descontos e ser convidado quando houver algum evento exclusivo!

Você pode ver mais fotos dessa e de outras viagens lá no meu instagram

Super beijo e até a próxima!

O Vietnã agora tem um pouquinho do Brasil e o Brasil tem um pouquinho do Vietnã

Vietnã

Aline Monteiro

Saiba Mais sobre Aline Monteiro

Postado por: Aline Monteiro

Aline Monteiro nas redes sociais:

Extrovertida, brincalhona, aventureira, mãe, mulher, resolvida e também adoro mochilar um pouquinho mundo a fora!

Deixe seu comentário aqui: