Vem Cá Que Eu Te Conto - Viagens, Roteiros e Transformação

Ilha de Paquetá/RJ- O que fazer na ilha em 1 dia?

Ilha de Paquetá/RJ- O que fazer na ilha em 1 dia?

A Ilha de Paquetá é um bairro do Rio de Janeiro transformado em Área de Preservação do Ambiente Cultural – APAC. A ocupação da ilha desde o período colonial é notório pela preservação de alguns estilos arquitetônicos. Um roteiro diferente e sossegado para se passear com a família e amigos. Um bairro sem violência, onde moradores e visitantes se deslocam em carrinhos elétricos, "trenzinho", barcos, bicicletas ou bucólicas caminhadas. As ruas são de saibro, o sol te abraça, a paisagem te inspira a ser grato por cada pedalada que se dá, a comunidade é feliz e amiga, e você é bem-vindo! Quer saber mais desta Ilha? Vem cá que eu te conto!

Nosso destino nunca é um lugar, e sim uma nova maneira de ver as coisas ― Henry Miller

Ficou com a grana curta e quer levar a família pra fazer algo diferente? O roteiro de hoje cabe no bolso de qualquer turista e carioca!

O Rio de Janeiro possui mais de 100 ilhas ao longo do seu litoral. Muitas dessas ilhas encontram-se na Baía de Guanabara, como a Ilha do Governador (aquela que você chega nos vôos do aeroporto do Galeão), Ilha do fundão (onde está a maior parte das faculdades da UFRJ e o hospital Universitário) e a Ilha de Paquetá (que vamos falar hoje).

Onde fica?

Como já falamos, ela fica situada na Baía de Guanabara.

Quando ir?

Durante todo o ano pode ser visitada. Porém dias chuvosos devem ser evitados, já que as atividades ao ar livre são predominantes.

O que vestir?

Gente, imagina um lugar quente!!! Agora, multiplica por 3! Assim é a ilha de Paquetá! Então, vá com roupas leves. Camisetas, shorts, bermudas... Um chapéu ou boné para proteger do sol também cai muito bem!

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Como chegar?

A única maneira de se chegar a ilha é através de uma barca. A estação fica situada na praça XV, ao lado da estação que faz sentido Rio X Niterói. A duração do trajeto Rio X Paquetá é de aproximadamente 1 hora.

A viagem de barcas até lá já é uma atração do passeio! Muito gostoso!

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Horário das Barcas e Tarifas

Tarifa das barcas- R$6,10 (preço normal)/ R$5,15 (preço com bilhete único)

Gratuidades- Crianças até 5 anos de idade e pessoas com 65 anos ou mais, apresentando Rio Card Senior ou documento com foto.

Horário das Barcas

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Dias úteis

Praça XV => Ilha de Paquetá      Ilha de Paquetá=>Praça XV
Saída    Chegada    Embarcação       Saída   Chegada   Embarcação
05:30     06:20        50min.             05:30    06:20      50min
06:30     07:20        50min.             06:30    07:20      50min
08:30     09:20        50min.             07:30    08:20      50min
10:30     11:20        50min.             09:30    10:20      50min
13:20     14:10        50min.             11:30    12:20      50min
15:30     16:20        50min.             14:30    15:20      50min
17:30     18:20        50min.             16:30    17:20      50min
18:30     19:20        50min.             18:30    19:20      50min
20:00     20:50        50min.             19:30    20:20      50min
22:15     23:05        50min.             21:00    21:50      50min
00:00     00:50        50min.             23:10    00:00      50min

Fins de Semana e Feriados

Praça XV => Ilha de Paquetá      Ilha de Paquetá=>Praça XV
Saída    Chegada    Embarcação       Saída   Chegada   Embarcação
04:30     05:30        70min.             06:00    07:10      70min
07:00     08:10        70min.             08:30    09:40      70min
08:30     09:40        70min.             10:00    11:10      70min
10:00     11:10        70min.             11:30    12:40      70min
11:30     12:40        70min.             13:00    14:10      70min
13:00     14:10        70min.             14:30    15:40      70min
14:30     15:40        70min.             16:00    17:10      70min
16:00     17:10        70min.             17:30    18:40      70min
17:30     18:40        70min.             19:00    20:10      70min
19:00     20:10        70min.             20:30    21:40      70min
20:30     21:40        70min.   
         22:00    23:10      70min          22:00     23:10        70min              23:30    00:40      70min          00:00     01:10        70min

O que significa Paquetá?

O nome Paquetá tem origem indígena (tupi antiga "paca-etá). Encontrei diferentes significados para essa palavra. Uns diziam significar muitas conchas ou mariscos em abundância, já outros diziam significar "muitas pacas", a paca é um mamífero roedor que vive no Brasil e lembra uma capivara.

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Um pouco da História de Paquetá

O primeiro registro que temos da ilha é de 1555, quando André Thevet, cosmógrafo da expedição de Villegaignon, descobre Paquetá em sua missão para fundar a França Antártica. O nome Paquetá

Esse registro é anterior à própria fundação da cidade do Rio de Janeiro. Em 18 de dezembro de 1556, o Rei da França, Henri II,  reconhece as descobertas de Thevet (que na realidade ocorreram em dezembro de 1555) e nessa data é hoje celebrado o aniversário de Paquetá.

Estácio de Sá vem ao Brasil com a missão de derrotar os franceses e colonizar as novas terras. Com a aliança dos índios Temiminós vence os inimigos, aliados aos Tamoios e em 1565 funda a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Nesse mesmo ano e cumprindo sua missão colonizadora, a Ilha de Paquetá é doada por Estácio de Sá, sob a forma de duas sesmarias, a dois de seus companheiros de viagem. A parte norte,  a Inácio de Bulhões (hoje chamada bairro do Campo pelos comunitários), e a parte sul (bairro da Ponte) a Fernão Valdez.

Paquetá- A ilha escondida do RJ

O lado sul da ilha teve colonização mais rápida e o lado norte se caracterizou pela formação da Fazenda São Roque, com sua extensa área agrícola e criação de gado.

O bairro se forma mais acentuadamente a partir do impacto cultural pela vinda frequente de D. João VI a Paquetá (a partir de 1808) e através do romance A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, apoiado, ainda, pelo funcionamento regular da linha das barcas, a partir de 1838.

O que Fazer em Paquetá?

Além de ilha, Paquetá é um bairro do Rio de Janeiro, onde existem moradores fixos e pousadas para quem deseja passar um final de semana. Se destaca pela tranquilidade, suas ruas não asfaltadas e a proibição do uso de automóveis. Os visitantes e moradores da Ilha se locomovem a pé, de charretes ou de bicicletas.

Se você pensa que a ilha é pequenininha para conhecer em um dia você está enganado! Dá pra dar uma pincelada mas eu não consegui visitar de ponta a ponta não!

Andar de bicicleta

Essa é a maneira mais comum, rápida e divertida de explorar a ilha. Assim que cheguei aluguei uma bicicleta na rua em frente a Estação das barcas. Existem várias lojas de aluguel de bikes lá. As opções também são diversas, vai da bike normal até aquelas bicicletas estilo quadricículo para quem não sabe andar de bicicleta ou é mais idoso, porém atenção: Ela pesa muito e vai acabar te cansando demais. Caso não saiba andar de bicicleta normal, sugiro pagar um dos carinhas que ficam em tuk tuks  que pedalam pra você. Cabem até 2 pessoas em cada tuk tuk ou contratar um carrinho elétrico que cabem até 5 pessoas.

O aluguel da bicicleta custa R$10,00 por pessoa/hora.

Paquetá- A ilha escondida do RJ

A sensação de pedalar olhando a Baía de Guanabara é maravilhosa! Sem trânsito, sem barulho de buzina, sem preocupação de perigo. A ilha me proporcionou aquela lembrança de criança quando andava de bicicleta no sítio dos meus tios.

Abraçar um Baobá

Se você, assim como eu, também é fã do pequeno príncipe, vai se apaixonar quando logo no incício da pedalada, avistar um Baobá gigantesco e centenário chamado "Maria Gorda". Parada obrigatória para fotos, óbvio! Foi a primeira vez que eu vi um baobá de verdade!

Esse raro exemplo de baobá, de origem africana, mede mais de 7 metros de circunferência. A epécie é venerada na África e sua bela flor é usada em aplicações medicinais.

Reza a lenda que terá sorte por longo prazo quem a beija e respeita! Adoro levar as lendas a sério! 

 Imagem em Paquetá- A ilha escondida do RJ Imagem em Paquetá- A ilha escondida do RJ Imagem em Paquetá- A ilha escondida do RJ

Paquetá- A ilha escondida do RJ

 

Casa de Artes Paquetá

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Visitação: às sextas, sábados, domingos e feriados.

É o centro cultural de Paquetá, com promoção regular de eventos artísticos e culturais, com relevante acervo em exposição e Centro de Memória da ilha para consultas e pesquisas.

Paquetá- A ilha escondida do RJ 

Imagem em Paquetá- A ilha escondida do RJ       Imagem em Paquetá- A ilha escondida do RJ

Ilha de Paquetá/RJ- O que fazer na ilha em 1 dia?

 Caramanchão dos Tamoios

Exemplo do paisagismo de Pedro Bruno para Paquetá. Recanto especial que avança sobre o mar, onde são realizadas serestas e encontros cívicos.

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Capela de São Roque

Visitação: A Capela só está aberta aos domingos para a missa semanal de 8:30.

Paquetá- A ilha escondida do RJ

É a capela do padroeiro do bairro, construída em terras da Fazenda São Roque e inaugurada em 1698.

Praia da Moreninha/ Praia Dr. Aristão

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Culturalmente, é a mais importante praia da ilha, com diversos segmentos de areia e matacões (incluindo a famosa Pedra da Moreninha) e a maior faixa de areia da Ilha.

A extensão atual da praia é artificial, fruto de aterro realizado na década de 70.

Atrás de mim na foto está a Ilha de Brocoió, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e boa parte da Baía de Guanabara, acompanhada pela mata virgem do Morro de São Roque.

É um dos pontos mais legais da ilha. Aos pés da pedra da moreninha encontra-se uma barraquinha com mesas onde vendem bebidas e petiscos.

Pedra da Moreninha

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Localização: final da Praia da Moreninha, com acesso por escada e ponte de madeira

Impossível ir a esse mirante e não lembrar do romance A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, escrito e publicado em meados do século XIX. Não foi a toa que Paquetá foi um lugar inspirador para se escrever um romance.

As praias da Ilha

A ilha é rodeada de diversas praias, alguns artigos diziam que não estavam próprias para banho, já no site oficial de Paquetá explica que a localização geográfica de Paquetá obedece a duas curiosidades:

  • É próxima a APA de Guapimirim, área praticamente despoluída da baía, em função da legislação de preservação.
  • Fica no canal profundo de navegação da baía e, consequentemente, tem renovação regular de suas águas.
    Estes fatos, aliados à nova Estação de Tratamento de Esgoto da ilha, construída como parte das obras do Programa de Despoluição da Baía da Guanabara, implicam nos surpreendentes resultados das análises das águas das praias de Paquetá pela Feema: Boas para banho.

São elas praia Grossa, praia dos Tamoios, praia da covanca, catimbau, Lameirão, Pintor Castagneto/ Coqueiros, São Roque, Moreninha/ Aristão, da Guarda/ José Bonifácio, Manoel Luiz/ Dos Frades, Imbuca, Moema e Iracema, Gaivotas/ da Mesbla.

Paquetá- A ilha escondida do RJ 

Cemitério dos Pássaros

Localização: Rua Manoel de Macedo, ao lado do Cemitério de Paquetá.

Visitação: Permanente

É o único que se conhece no mundo. Originalmente concebido por Pedro Bruno e Augusto Silva com o simbolismo do amor à natureza e aos pássaros. Destacam-se "O Pássaro Abatido" e o "Pouso do Pássaro Cansado",  dois singelos monumentos.

Hoje, o espaço é realmente usado pela comunidade para enterrar seus pássaros de estimação e várias pequenas covas podem ser observadas. O local é mantido com a ajuda dos moradores vizinhos a este recanto especial.

Andar de pedalinho

Algumas praias contam com aluguéis de caiaque, pedalinho e canoa. Pontos de aluguel: ao longo da Praia José Bonifácio. Diversos modelos e preços.

Praça de São Roque

Paquetá- A ilha escondida do RJ

É a praça do padroeiro da Ilha de Paquetá, com diversos bens de importância cultural. É também onde ocorre a tricentenária Festa de São Roque.

Solar D'El Rei

Temporariamente fechado para reformas.

Localização: Rua Príncipe Regente, 55

Visitação: Terça a sábado de 8:30 às 16:30

Quando D. João aportou em Paquetá pela primeira vez, ainda em 1808, para abrigar-se de um temporal, o melhor local para hospedá-lo era na propriedade de um mercador de escravos da época, o Brigadeiro Francisco Gonçalves da Fonseca.

A residência recebeu D. João em diversas oportunidades, visto que o Príncipe Regente, e depois rei, se encantou pela Ilha dos Amores e passou a frequentá-la com regularidade.

Em meados do século passado, a propriedade passou a ser chamada Solar Del Rei, em homenagem a esta passagem, e assim é conhecida até hoje.

O imóvel foi tombado pelo IPHAN em 1937 e funciona como Biblioteca Popular de Paquetá.

Parque Darke de Mattos

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Localização: entrada pelo portão localizado na esquina da praia José Bonifácio com a rua Luis de Andrade.

Funcionamento: 8h às 17h

Com árvores centenárias, jardins, trilhas e mirantes, mar e matas, histórias e lendas, o Darke de Mattos é um extraordinário exemplo de parque romântico.

Os jesuítas aqui se estabeleceram e o Morro da Cruz, com seus diversos túneis, retrata hoje a extração do caolim realizada na época para confecção de porcelana.

O Mirante Boa Vista, no Morro da Cruz, é singular no seu acesso e na sua arquitetura em pedras e oferece uma vista panorâmica da Baía de Guanabara.

Proibida a entrada de bicicletas, bola e cachorro.

Quando fui não consegui ver todo o parque. Separe umas 2 ou 3 horas para explorar ele por completo e tirar muitas fotos incríveis!

Paquetá- A ilha escondida do RJ Paquetá- A ilha escondida do RJ

Paquetá- A ilha escondida do RJ

Bom, essa é mais uma ilha charmosa da cidade maravilhosa. Infelizmente só esse ano consegui conhecer. Não sei por que, mas tinha uma idéia de que era um local sujo e de muvuca, por isso nunca tinha animado pra ir. Não sei de onde tirei essa idéia. Ainda bem que aceitei o convite das amigas para irmos passar o dia lá. Achei lindo, tirei muitas fotos legais, aprendi e me diverti bastante!

O valor do almoço mais em conta que encontrei na ilha foi R$25,00 um prato excecutivo simples. 

E aí? o que achou do post? Bem, espero que tenham gostado e que tenham incluído esse roteiro na lista dos desejos! 

Deixe seu comentário! Isso me ajuda a melhorar cada vez mais!

Não se esqueça de se inscrever para receber atualizações, ter acesso aos descontos e ser convidado quando houver algum evento exclusivo!

Você pode ver mais fotos dessa e de outras viagens lá no meu instagram

Super beijo e até a próxima!

Aline Monteiro

Saiba Mais sobre Aline Monteiro

Postado por: Aline Monteiro

Aline Monteiro nas redes sociais:

Extrovertida, brincalhona, aventureira, mãe, mulher, resolvida e também adoro mochilar um pouquinho mundo a fora!

Deixe seu comentário aqui: