Vem Cá Que Eu Te Conto - Viagens, Roteiros e Transformação

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- Dica de passeio em família pelo Rio de Janeiro

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- Dica de passeio em família pelo Rio de Janeiro

Quer dicas de onde passear gastando pouco pelo RJ? Vem cá que eu te conto como programar um passeio super agradável pela Cidade Maravilhosa! Um roteiro para todas as idades!

Hoje quero te levar num rolê carioca! E quem pensa que precisa viajar pra Eupora pra ver um Castelo está muito enganado!

Essa dica de roteiro vai pra você que é de outro Estado e está turistando pelo Rio de Janeiro ou pra você que é carioca e deseja opções de passeios pela cidade.

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Talvez você já tenha passado inúmeras vezes na ponte RioXNiterói ou sobrevoado a Baía de Guanabara e nunca tenha imaginado que tivesse uma ilha com um castelinho tão lindo lá embaixo.

É triste admitir que já atravessamos oceanos mas ainda tem lugares fantásticos perto de casa que ainda não conhecemos.

Um passeio legal e barato pra todas as idades! 

PALÁCIO DA ILHA FISCAL

Cercada pelas águas da Baía de Guanabara, essa ilha é famosa por ter abrigado a última grande festa da monarquia, em 09 de novembro de 1889. Enquanto a família imperial e a corte se divertiam, militares tramavam o golpe. Seis dias depois, em 15 de novembro, tomaram o poder e instauraram a República Brasileira.

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Valor e Horário de Funcionamento:

R$30,00 por pessoa (inteira)/ R$15,00 por pessoa (meia)

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Pagam meia: estudantes, militares e dependentes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos, professores, portadores de necessidades especiais

Não pagam: crianças até 2 anos e guia de turismo em exercício da atividade.

Horário de funcionamento: De quinta a domingo em 3 horários - 12:30h/ 14h/ 15:30h

Atenção: 

  • O visitante que perder o passeio não terá devolução do valor pago.
  • O visitante deve guardar o canhoto do ticket até o final do passeio. No caso de imprevistos ou cancelamento, a devolução do valor pago só ocorrerá mediante a apresentação do canhoto.
  • A venda de ingressos é encerrada vinte minutos antes de cada passeio para início dos procedimentos de embarque.
  • Os ingressos são vendidos entre os horários de 11 às 15:10h
  • O visitante pode comprar o ingresso, sair do Espaço Cultural e retornar no horário do passeio, lembrando que o ingresso só tem validade no dia da aquisição e não haverá reembolso caso perca o passeio
  • Ao comprar ingresso para Ilha Fiscal ou Passeio Marítimo você poderá visitar as atrações do ECM, inteiramente grátis, isto é, como cortesia, não sendo considerado , portanto, parte do valor pago, para efeito de devolução em caso de fechamento, por qualquer motivo, do ECM.
  • A Ilha Fiscal dispõe de uma pequena cantina. Há banheiros e bebedouro.
  • O Espaço Cultural da Marinha possui uma lanchonete e uma loja de souvenir.
  • A embarcação que realiza o transfer possui banheiro e bebedouro. Antes de comprar o ingresso consulte o meio de transporte que está realizando o "transfer"

Palácio da Ilha Fiscal- O último baile do impérioPalácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Como visitar?

Para fazer a visitação a Ilha Fiscal o visitante deve se dirigir ao Espaço Cultural da marinha (ECM), localizado no boulevard olímpico, próximo a Pira Olímpica. Local de venda dos ingressos e embarque. Essa barca que aparece na foto nos leva do ECM até a ilha fiscal. 

Avenida Alfred Agache, s/n Centro Cultural da Marinha - Centro 
Rio de Janeiro - RJ 

Telefone: (21) 2532-5992

Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Duração do passeio

A visitação tem a duração de 2h aproximadamente, já incluso o deslocamento.

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Como eu chego na Ilha?

O transfer para a Ilha Fiscal é realizado por meio de embarcação, mas no seu impedimento pode ocorrer em microônibus ou vans. 

Consulte antes de comprar o ingresso. Pode ocorrer também de não ter visitação no dia quando o mar está de ressaca. A primeira vez que tentei fazer o passeio ele foi cancelado pois o mar estava muito agitado.

A escuna faz o trajeto em aproximadamente 15 minutos até a ilha. Esse transfer está incluso no valor do passeio.

O embarque acontece 20 min antes.

Imagem em Palácio da Ilha Fiscal- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

 

Como chegar?

Vindo de Niterói ou São Gonçalo

Indo de Barcas- Você pode pegar as barcas Praça Araribóia X Praça XV ou Charitas X Praça XV. 

Atenção pois fins de semana e feriados as barcas da Estação de Niterói funcionam com intervalos de 1 em 1 hora. Já a Estação de Charitas funcionam apenas dias de semana de 6:30h às 8:30h e finais de semana ficam fechados.

Assim que desembarcar na Praça XV, caminhe para sua direita em direção ao Centro cultural da Marinha. Você andará uns 7 minutos. É bem perto.

Indo de ônibus- Você também pode pegar o ônibus número 100 da viação Mauá que faz Niterói x Candelária. Peça para descer o mais próximo do Centro cultural da marinha. Você irá caminhar mais uns minutos e chegará ao local.

Vindo de outras partes do Rio

Indo de metrô- Descer na Estação Carioca e depois caminhar uns 7 minutos até o centro cultural da marinha.

Indo de ônibus- Pegar qualquer condução que te deixe no centro do Rio. De preferência próximo a Candelária e Praça XV. De lá você poderá ir caminhando para o centro cultural da marinha.

Como é a visita?

A visita é guiada por um funcionário que passa por 4 salões relatando a importância histórica do local.

A primeira sala, tem um telão onde uma atriz, com trajes de época, realiza uma ensenação como se fosse uma baronesa convidada da festa. Em um monólogo, ela fala sobre como está sendo a festa, a situação política do país e outras curiosidades. É muito legal!

Os móveis originais foram levados pela família real e alguns móveis de época foram colocados como decoração em alguns salões.

Lá você encontra artigos de época e até o próprio convite do baile.

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

 

 Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Uma parte da visita é no segundo andar da cosntrução. A vista lá de cima é sensacional!

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

 

Um pouco da História

Por que o nome Ilha Fiscal?

Devido sua posição estratégica diante do cais da Praça XV , por muitos anos, foi utilizada para inspeção de cargas que chegavam na cidade, sendo assim um ponto alfandegário de fiscalização de navios que chegam da Europa. Inicialmente era chamada de Ilha dos ratos. Nessa época moravam e trabalhavam ali os funcionários responsáveis por inspecionar as cargas que chegavam nas embarcações.

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

O Famoso Último Baile do Império

Foi organizado pelo Visconde de Ouro Preto, presidente do Conselho de Ministros da Corte.

Foram distribuídos 2 mil convites. Você vai perceber que pelo tamanho da Ilha não iria dar muito certo! Rs.. Pares se revesaram para entrar no salão para dançar (de 80 em 80 pares por vez), enquanto a orquestra tocava do lado de fora, as janelas dos salões de dança permaneciam abertas para permitir a entrada do som.  

Uma multidão se formou pela região do que hoje é a praça XV. Somente nobres, burgueses e até militares oposicionistas acessavam a ilha vindo em barcos a vapor.

   Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

   Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império Imagem em Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

O Castelo Neogótico da ilha, cuja construção remete a arquitetura medieval da região de Provença, na França, se destaca na paisagem. São mais de 7 mil metros quadrados de puro charme e beleza. 

Fofocas do baile imperial (pra descontrair)

Dizem que no dia faltou cabelereiros na Cidade!Rs.. O lema deveria ser: Vamos arrasar na festa, sim ou com certeza?! rs...

Ao chegar na ilha os convidados eram recepcionados por belas damas vestidas de sereias e fadas.

Dizem que quando D Pedro II adentra na ilha, escorrega e se desequilibra. Imediatamente declara:" O imperador escorrega mas a monarquia não cai! " No mínimo esse escorregão já deveria ter sido por conta de algum "esquenta" que deve ter rolado antes baile! rs...

A festa foi regada a muito requinte e sofisticação. A intenção era mostrar que a monarquia estava firme, mas todos esses gastos na verdade geraram mais descontentamento e revolta nos "conspiradores" republicanos.

Dizem que a multidão que se aglomerava no entorno da ilha (os candidatos a penetras da festa! rs...) ,era alimentada com as sobras do banquete que eram jogadas pelos homens do imperador. 

 

Qual foi o motivo principal desse baile?

A festa foi em princípio para homenagear os oficiais de um navio Chileno que estava atracado no Rio, mas também foi divulgado que seria para comemorar bodas de prata da Princesa Isabel com o Conde D`Eu.

O Brasil é o único país das Américas que teve um regime monárquico estável e reconhecido mundialmente. O período monárquico Brasileiro durou de 1822 a 1889.

Na Ilha Fiscal foi realizado o famoso baile imperial. O propósito da festa era mostrar aos "insatisfeitos" que a monaquia ainda estava viva, porém, acabou por motivar uma reunião no círculo militar do Rio de Janeiro onde ficou definido que a proclamação da República no Brasil era inevitável.

Essa reunião no círculo militar foi concomitante a festa e presidida pelo então tenente coronel Benjamim Constant.

Na semana seguinte a festa, dia 15 de novembro, Deodoro anuncia a República no Brasil.

Os grandes proprietários de terras e a burguesia que se formou a partir da junta comercial do Rio "patrocinaram" a ação militar para proclamar a república.

A alta cúpula militar teve todo interesse na República pois o Primeiro Presidente do Brasil foi o Marechal Deodoro da Fonseca e o segundo foi seu sobrinho, Marechal Hermes da Fonseca.

A família Real foi "brindada" com a manutenção de todos os seus privilégios e honrarias que desfrutavam desde sempre no Brasil.

Bem, esses detalhes eu aprendi depois de visistar o local. Confesso que esses passeios históricos tem me tornado mais curiosa e interessada. Gostaria que todas as escolas do Rio de Janeiro aproveitassem seus pontos turísticos históricos para levar seus alunos em aulas ao ar livre. Acredito que o aprendizado fica mais leve e gostoso.

O guia da ilha fiscal foi bastante superficial nas explicações na minha opinião, mas foi bastante atencioso. As informações detalhadas foram estudadas e relembradas com carinho.

Esse é um passeio que pode preencher a parte da manhã ou da tarde. Indico visitar alguns museus após a ilha fiscal e aproveitar o dia inteiro pelo centro do Rio. 

Palácio da Ilha Fiscal/RJ- O último baile do império

Espero ter ajudado!

E aí? Gostou do post? Deixe seu comentário! Isso me ajuda a melhorar cada vez mais!

Não se esqueça de se inscrever para receber atualizações, ter acesso aos descontos e ser convidado quando houver algum evento exclusivo!

Você pode ver mais fotos dessa e de outras viagens lá no meu instagram

Grande beijo e até a próxima!

Aline Monteiro

 

Saiba Mais sobre Aline Monteiro

Postado por: Aline Monteiro

Aline Monteiro nas redes sociais:

Extrovertida, brincalhona, aventureira, mãe, mulher, resolvida e também adoro mochilar um pouquinho mundo a fora!

Deixe seu comentário aqui: